3 coisas que não devemos dizer a alguém que perdeu o cão

Nídia Teiga Cães, Informação

Não existem palavras boas ou más quando se trata de falar com um amigo que perdeu o seu animal de estimação. Para quem não tem um animal pode parecer estranho, mas estes animais são considerados família e a dor de os perder é muito grande.

Para que não existam momentos muito constrangedores deixamos algumas coisas que não deve dizer se estiver a dar as condolências a alguém que perdeu o seu amigo.

“Vais ter outro cão”

Nunca façam esta pergunta a alguém que acabou de perder o seu animal, pois o que dará a entender é que o seu amigo era substituível, o que não é verdade. Nenhum animal é substituível pois a ligação criada com cada um é completamente diferente.

Para muitos donos a perda de um animal acaba mesmo por ser como a perda de um familiar ou amigo e nunca iríamos dizer se a pessoa vai comprar ou adotar um novo.

Em vez de perguntar se vai comprar ou adotar um novo, podem dizer que estarão ali para o que for preciso e sentem muito a perda.

Detalhes

Não se sintam ofendidos se os donos não quiserem partilhar pormenores ou detalhes do que aconteceu. Se a pessoa não se sentir confortável em falar no assunto podemos estar a piorar se insistirmos em saber o que se passou.

Espaço e tempo são duas coisas essenciais para quem perdeu o animal de estimação e quando os mesmos se sentirem confortáveis vão com certeza partilhar o que acharem que devem partilhar.

Mais uma vez se acontecer, em vez de perguntar detalhes, diga apenas que estará disponível para tudo o que precisarem.

Adivinhar

Se estiver a falar com alguém que perdeu o cão ou gato ou mesmo outro animal, não tente adivinhar ou dizer o que podia ter sido ou não feito. Aconteceu, infelizmente o animal morreu e por isso não podemos fazer mais nada.

Existem muitas decisões a tomar nos cuidados no fim da vida, e não há um “caminho certo” para lidar com todas elas. As pessoas têm que fazer escolhas difíceis e, embora para algumas pessoas possam parecer óbvias, lembrem-se de que não estavam lá.

Conclusão as palavras devem ser quase sempre as mesmas, de carinho, de apoio e de amizade. Não existem palavras certas ou erradas mas perguntas certas e excusadas. Pensem sempre como se sentiriam se fosse com vocês.

Fotografia: Noel F. Patu via photopin (license)

Apaixonada por animais e o seu melhor amigo é o Dallas, um Boxer muito querido e louco para a brincadeira.

Blogger e Community Manager da Love Pet Food. Licenciada em Economia na Nova School of Business and Economics e mestre em Marketing pelo ISCTE Business School.

Join thousands of pet lovers and get our weekly pawsome newsletter

Every week we send out our newsletter so you don't miss out on our tips, news and all things funny about our four legged friends.