Como sei se o meu cão está entediado?

Nídia Teiga Cães, Dicas para cães

Fonte: filin ilia - aliyo.hu

Tal como nós, os cães também ficam entediados quando não têm coisas para fazer durante o dia. Mas ao contrário de nós, estão bastante limitados no que podem fazer para se divertirem. Não têm emprego, não podem ir ao parque sozinhos e não conseguem sair e passear sozinhos. Os donos são a principal fonte de entretenimento, pois nós é que dizemos quando é que comem, brincam ou fazem exercício.

Alguns donos já conhecem bem o seu animal outros nem tanto e para isso deixamos aqui 3 exemplos ou sinais que o ajudaram a identificar esta situação.

Comportamentos destrutivos

Roer o que não deve, ladrar, escavar o jardim, comer o lixo – todos estes comportamentos destrutivos ou outros, poderão ser um indicativo de que o cão está entediado. Se não lhe der algo para se entreter este irá procurar o que fazer e isso inclui comportamentos não tão agradáveis para o dono ou para a casa.

Para que isto não aconteça deverá ensinar o cão outras formas de brincar e de passar o tempo. Oferecer bonecos interativos e estimulantes, como o Kong, são uma boa solução.

Procurar atenção

Os nossos cães sabem perfeitamente como chamar à atenção. Sentam-se ao nosso lado, começam a tocar na nossa mão, a “empurrar” com o focinho, a ladrar, entre outras coisas.

Para gerir esta chamada de atenção o melhor será criar uma rotina diária para que esta saiba qual a altura de comer, brincar, relaxar e fazer exercício.

Perseguição

O seu cão segue-o para todo o lado? Isso poderá querer dizer que o mesmo está entediado. Como somos nós que comandamos praticamente a vida do mesmo, eles pensam que quando nos levantamos vamos fazer algo com eles.

Se o seu cão ficar excitado sempre que se levanta então têm de descobrir porque estão a ficar tão entediados. Uma das opções será que o mesmo tem algum excesso de energia para queimar.

Fazer exercício e passear é uma parte importante da rotina dos cães, e para a maioria dos nossos cães é a única hora do dia em que eles saem e exploram o “mundo”.

Os nossos cães dependem de nós para ficar entretidos e para evitar que o cão faça mais algum disparate, deve certificar-se que o mesmo está a ter a quantidade de exercício suficiente.

Fotografia: filin ilia – aliyo.hu Pixel via photopin (license)

Apaixonada por animais e o seu melhor amigo é o Dallas, um Boxer muito querido e louco para a brincadeira.

Blogger e Community Manager da Love Pet Food. Licenciada em Economia na Nova School of Business and Economics e mestre em Marketing pelo ISCTE Business School.

Join thousands of pet lovers and get our weekly pawsome newsletter

Every week we send out our newsletter so you don't miss out on our tips, news and all things funny about our four legged friends.