O tártaro nos animais

Nídia Teiga Uncategorized

Tal como os humanos os cães e os gatos também têm problemas de tártaro o que por vezes acaba por ser negligenciado por parte dos donos, ou porque os mesmos não sabem como identificar ou porque se esquecem de ver. Os dentes da frente até podem parecer saudáveis mas os de trás poderão estar “doentes”.

Para que os donos estejam informados iremos deixar algumas informações.

Tártaro e os riscos

O tártaro é um conjunto de bactérias que se acumulam devido aos restos de comida, sendo que em nada tem a ver com o tipo de comida que o animal come.

O principal problema é o consumo de gengiva que com o passar do tempo pode fazer com que as bactérias entrem na corrente sanguínea e alastrem para outros órgãos.

Prevenir

O tártaro é algo que existe em todas as raças, umas com mais tendência que as outras e a única forma de prevenir é através da higiene diária. Quanto à escova e à pasta de dentes ideal, deve perguntar ao seu veterinário e ele será a melhor pessoa para indicar.

Sintomas

Um dos principais sintomas ou sinais é o do mau hálito, mesmo que os dentes não apresentem muitas manchas. Dentes com tártaro ficam mais amarelados e deixam a gengiva mais vermelha e inflamada.

Em casos graves os animais deixam mesmo de comer devido às dores.

Tratamento

O tratamento passa por uma mini cirurgia onde o cão é anestesiado para realizar uma simples limpeza, normalmente efetuada por um dentista.

 

Fotografia: PKMousie Jameson 9974 via photopin (license)

Apaixonada por animais e o seu melhor amigo é o Dallas, um Boxer muito querido e louco para a brincadeira.

Blogger e Community Manager da Love Pet Food. Licenciada em Economia na Nova School of Business and Economics e mestre em Marketing pelo ISCTE Business School.

Join thousands of pet lovers and get our weekly pawsome newsletter

Every week we send out our newsletter so you don't miss out on our tips, news and all things funny about our four legged friends.